Letra y música: Herbert Vianna (Brasil)

Versión Paralamas do Sucesso disco Bora bora (1988)



Versión en español Paralamas do Sucesso disco Dos Margaritas (1994)


Versión Cazuza (Brasil)


Versión: Simone (Brasil)

Versión: Verônica Sabino (Brasil)

Letra:

Eu queria ver no escuro do mundo
Onde está tudo o que você quer
Pra me transformar no que te agrada
No que me faça ver
Quais são as cores e as coisas
Pra te prender?
Eu tive um sonho ruim e acordei chorando
Por isso eu te liguei
Será que você ainda pensa em mim?
Será que você ainda pensa?
Às vezes te odeio por quase um segundo
Depois te amo mais
Teus pêlos, teu gosto, teu rosto, tudo
Que não me deixa em paz
Quais são as cores e as coisas
Pra te prender?
Eu tive um sonho ruim e acordei chorando
Por isso eu te liguei
Será que você ainda pensa em mim?
Será que você ainda pensa?
Às vezes te odeio por quase um segundo
Depois te amo mais
Teus pêlos, teu gosto, teu rosto, tudo
Que não me deixa em paz
Quais são as cores e as coisas
Pra te prender?
Eu tive um sonho ruim e acordei chorando
Por isso eu te liguei
Será que você ainda pensa em mim?
Será que você ainda pensa?


Letra en Español:

Yo quería ver en el oscuro del mundo
Y ver lo que me hace falta ver
Cómo conocer lo qué te agrada
Y eso ponerme a hacer
Si son colores
Si son cosas
Cómo saber?
Yo tuvo un sueño
Y yo desperté llorando
Por eso te llamé

Será que tal vez aún piensas en mí
Será que tal vez aún piensas...

A veces te odio por casi un segundo
Después te amo más
Tus pelos, tus manos, tu rostro
Todo lo que no me deja en paz

Si son colores,
Si son cosas
Cómo saber
Yo tuve un sueño
Y yo desperté llorando
Por eso te llamé

Será que tal vez aún piensas en mí
Será que tal vez aún piensas...